segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Onze de Agosto de 1975, uma data a recordar

"A justiça é a verdade em acção."
Disraeli

Um dia, ainda que não seja nos nossos dias, quando a Justiça dos homens não for permeável a modas nem por elas se deixar subjugar, chegará o tempo em que nos darão abertamente razão aqueles que, hoje, ainda que em surdina, sempre vão reconhecendo que, em 1975, a razão estava do lado da UDT que, corajosamente, enfrentou com verdade os que se se julgavam únicos representantes de Timor Oriental, esquecendo o direito de outros timorenses...
Um dia se concluirá da grande injustiça que, anos após ano, se foi fazendo contra a UDT; o nosso partido teve a coragem de pensar diferente, de pretender uma via mais consentânea com a realidade de Timor e, por isso, foi castigado, por isso os seus filiados foram barbaramente assassinados, torturados, perseguidos, vilipendiados. Por isso, e porque a História não se apaga, devemos recordá-los em cada Onze de Agosto.
Aqui fica a nossa homenagem aos filiados e dirigentes da UDT que ousaram pensar diferente, vendo mais longe e melhor.

Viva a UDT!!!

1 comentário:

Mano Fuick disse...

11 de Agosto uma data historica na Historioa de Timor. O 11 de Agosto foi a ultima tentativa de evitar que o MFA mais os MRPP e os estudantezecos destablizassem Timor para dar pretesto aos Indonesios de Invadirem. Nao esqueco tambem os meus companheiros de armas e membros do partido que deram a vida em Aileu Same barbaramente assassinados por acreditarem num Timor livre e de todos os Timorenses amantes da paz da verdade e da justica social (coisa que hoje ainda nao existe em Timor). So quem viveu os acontecimentos naquela epoca pode compreender o 11 de Agosto."Taci Feto Taci Mane UDT" A UDT nao pode desaparecer pois existe a nova geracao de UDTISTAS que cresceram levando Flores a campa dos pais em Aileu , Same e por esse Timor fora. Honremos a memoria dos nossos herois que tambem sao herois de Timor.Saudacoes a todos os Udetistas.
Jose Luis Madeira Valadares